AUDI TT - Advan Sport V105

Voltar

AUDI TT - Advan Sport V105

O pneu Yokohama ADVAN Sport V105, desenvolvido para veículos esportivos e de luxo, foi escolhido como equipamento original do Audi TTS e TT RS. Trata-se de duas versões mais apimentadas do esportivo da Audi. A medida escolhida é 255/30ZR20 (92Y) XL.
A Audi lança a nova versão do esportivo Audi TT, a TTS, dotada do motor 4 cilindros 2.0 TFSI retrabalhado para gerar 286 cv, 38,7 kgfm de torque, com câmbio automatizado de dupla embreagem de 6 marchas e tração integral Quattro, que leva o esportivo de 0 a 100 km/h em 4,6 s.

Já o Audi TT RS recém lançado vem equipado com motor 5 cilindros 2.5 TFSI de 405 cv de potência, 48,9 kgfm de torque, câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas, tração integral Quattro, capaz de levar o bólido de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos.

Os pneus Yokohama ADVAN Sport foram desenvolvidos para entregar a mais alta performance em velocidades superiores aos 300Km/h. Além disso, oferecem excelente condição de aderência no seco e no molhado, frenagem extremamente eficiente e uma direção segura e confortável. Por este motivo, foram escolhidos pelos mais importantes fabricantes de automóvel de alta performance do mundo para equipar seus veículos Premium. Este é o caso da Audi, Porsche, Mercedes e Subaru.

A Yokohama é um fabricante japonês de pneus de altíssima qualidade e está presente no mercado desde 1917. A empresa é reconhecida mundialmente pelo desempenho de seus produtos e pelas constantes inovações em sua linha. Engajada com a preservação ambiental em todos os aspectos, a empresa foi a primeira fabricante do mundo a introduzir o Óleo de Laranja como uma alternativa para reduzir a quantidade de petróleo na composição dos pneus. Outro exemplo é a linha de produtos BluEarth que reflete este compromisso da Yokohama com o Meio Ambiente, são diversas tecnologias aplicadas para reduzir o consumo de combustível sem prejuízos para o desempenho dos pneus.

Atenção: Em função de políticas internas dos fabricantes de veículos, pode ocorrer uma variação nas informações de marca, modelo e medida do pneu original do veículo em questão. Consulte sempre o manual do proprietário.

Imagens meramente ilustrativas.

Visão geral do pneu

  • Seco Equip. Original

Encontre uma revenda

» Selecione o estado a cidade e o bairro/zona para ver as revendas ou ligue 0800 704 0606



Termo de Garantia

Termo de Garantia para pneus Yokohama originais de fábrica e pneus de reposição.

O presente termo de garantia compreende uma garantia complementar à legal, não requerendo a existência de um defeito de fabricação para qualificar o reembolso. Consiste em um compromisso de substituição ou bonificação para pneus novos da marca Yokohama, distribuídos em todo território nacional, de acordo com as condições previstas abaixo.

Elegibilidade:

Esta garantia é aplicada para todo pneu ou veículo equipado originalmente com pneus que tenham a marca Yokohama e o número de série de identificação completo, impressos no flanco.
Esta garantia se estende por um período de 60 meses a contar da data de aquisição do pneu acompanhada da nota fiscal. Caso o comprovante de compra não esteja disponível, será considerada a data de fabricação do pneu.

O que é segurado:

Pneus que ficarem inutilizados por razões diferentes das relacionadas a seguir serão trocados em conformidade com esta garantia.

  • Estragos causados por defeitos na estrada, por obstáculos ou escombros, tais como: cortes, furos, bolhas(quebras da carcaça por impacto), rasgos, deformações, sinais de roçamento do flanco etc.
  • Pressão utilizada em desacordo com a recomendada pelo fabricante do veículo.
  • Rodagem sem ar ou com pressão insuficiente.
  • Montagem incorreta e sem cuidados.
  • Sentido de rodagem ou lado de montagem não respeitado.
  • Pneus que apresentam marcas de patinagem ou características de bloqueio de freio.
  • Pneus apresentando sinais de separação de seus compostos nas ligações: banda de rodagem/flanco, flanco/talão, revestimento interno, ocasionados por insuficiência de pressão ou sobrecarga.
  • Pneus com desgaste decorrente de irregularidades mecânicas no veículo: no sistema de suspensão, direção e freios (alinhamento, camber, caster, balanceamento, etc.), peças gastas ou defeituosas, freios desregulados, etc.
  • Acidentes, corrosão, vandalismo, fogo ou estragos causados pela natureza.
  • Pneus utilizados para corrida (racha) ou outra utilização em desacordo com as normas de segurança e condução no trânsito.
  • Pneus que apresentem arrancamentos de elementos da escultura da banda de rodagem decorrentes de emprego em pisos ou condições não previstas em sua utilização.
  • Pneus que apresentarem desgaste iguais ou inferiores aos limites técnicos legais (1,6mm) em qualquer parte da banda de rodagem.
  • Pneus que foram reparados, raspados, recauchutados, recapados, redesenhados ou remodelados.
  • Pneus que foram enchidos por formas ou qualquer outra substância no lugar do ar ou nitrogênio. Por exemplo: água, espuma, isopor ou esponja.
  • Pneus que tiveram material adicionado depois de deixar a fábrica da YOKOHAMA, como enchimentos, seladores ou substâncias balanceadoras. Se o material adicionado é a causa da falha, o pneu não será aceito como crédito na garantia.
  • Pneus com utilização de materiais químicos (sprays) de qualquer procedência para vedação de perfurações ou cortes. 
  • Pneus contaminados por produtos químicos, óleo, graxas, solventes ou qualquer tipo de produto derivado de petróleo.
  • Envelhecimento ou rachadura resultante do envelhecimento da borracha.
  • Pneus montados em carros blindados.
  • Pneus que não tenham sido importados pelo importador oficial para o Brasil. (Seccional Comércio Internacional Ltda)
  • Pneus Yokohama que não possuem número do Inmetro estampado no flanco do pneu. Inmetro 007
Indenização:

Na ocorrência de dano coberto pela garantia, a Yokohama indenizará com base na profundidade restante da banda de rodagem do pneu avariado no momento do sinistro. Isto é, quanto menor o desgaste da banda de rodagem, maior será a bonificação e vice-versa.
O desgaste da banda de rodagem será calculado levando-se em conta o ponto de maior desgaste, além da profundidade inicial especificada pela Yokohama e a profundidade mínima especificada por lei (1,6mm).
Em hipótese alguma, em caso coberto pela garantia, o proprietário do pneu será reembolsado em espécie (moeda corrente), somente podendo ser indenizado:

  • Mediante a substituição do pneu em questão, por outro novo com a mesma especificação, ou mediante a concessão de uma bonificação na aquisição de um pneu novo.
  • Caso no momento da indenização, a Yokohama não disponha da dimensão e modelo em estoque, esta bonificação poderá ser posterior ou feita por outro pneu de especificação equivalente.

O pneu ideal para seu veículo
Para a escolha correta da dimensão do pneu, é importante consultar o manual do proprietário de seu veículo ou uma revenda autorizada Yokohama.
Nosso revendedor poderá instruí-lo quanto a dimensão correta, tipo de escultura adequada à utilização, índices de carga e velocidade, entre muitas outras informações importantes para sua satisfação, principalmente no momento em que será feito “INCH-UP”. (Alteração da roda original por uma de maior diâmetro, mantendo o diâmetro externo do conjunto, igual ao original).

A roda ideal
É de suma importância, ao escolher novas rodas, certificar-se que a largura, off-set, fixação e furação sejam compatíveis com seu veículo.
O off-set da roda é fundamental para que haja espaço suficiente entre o para-lama e a roda.
O off-set incorreto, pode causar danos irreparáveis aos pneus, bem como transformar todo pré-desenvolvimento geométrico de engenharia do veículo.
Conte com nosso revendedor para lhe ajudar.

Montagem/Desmontagem
Muitos problemas ocorrem devido à montagem e desmontagem imprópria ou sem os devidos cuidados.
Para evitar danos neste processo, confie este serviço a um revendedor Yokohama.

Pressões
A pressão de ar sempre será recomendada pelo fabricante do veículo.
Consulte o manual do proprietário, calibre seus pneus ao menos uma vez por mês, e sempre utilize tampas de válvula, pois são elas quem garantem um bom estanque, evitando ainda a entrada de impurezas no interior das válvulas.
(Não se esqueça de trocar as válvulas sempre que houver uma nova montagem)

Limite de segurança dos pneus
Através da resolução 558/80, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), estabeleceu que fica proibida a circulação de veículo automotor com pneus cujo desgaste da banda de rodagem tenha atingido os indicadores ou cuja profundidade da banda de rodagem seja inferior a 1,6mm.
Portanto todos os pneus são dotados de indicadores de desgaste de banda de rodagem (saliências no fundo da escultura), espaçadas uniformemente através da circunferência do pneu. (Nos ombros dos pneus, há uma indicação com a nomenclatura T.W.I ou um símbolo de triângulo ( ), e na mesma direção, na banda de rodagem, estão os indicadores de desgaste)

Balanceamento
A falta de balanceamento do conjunto pneu/roda, causa vibrações em altas velocidades. O balanceamento correto é extremamente importante para o bom rendimento quilométrico e para que os pneus obtenham um desgaste uniforme.
O correto é balancear o pneu imediatamente após a montagem, certificando-se que foram seguidas as normas de montagem.

Alinhamento
A geometria do veículo é um conjunto de características que reúnem alguns elementos mecânicos e se respeitados, transmitem estabilidade direcional, facilita a condução, bem como evita a fadiga mecânica e conserva a vida útil do pneu.
Deve ser verificada com freqüência e ajustada se necessário, conforme especificações do fabricante do veículo.
Deve ser verificada a convergência/divergência, camber, caster e KPI.
Nunca esquecer de verificar antes do alinhamento: as possíveis folgas, condições dos amortecedores, pastilhas de freio, retentores ou coifas danificadas, rolamentos, etc.
O ajuste do alinhamento em veículos com direção hidráulica, deverá ser feito com o veículo ligado.

Rodízio
O rodízio dos pneus deve ser feito para garantir uma boa performance, aumentar o rendimento e para proporcionar um desgaste uniforme nos pneus.
Tomar cuidado quanto ao sentido de rotação ou lado interno/externo do pneu.
Aproveite o momento do rodízio, para inspecionar os pneus quanto a pregos, cortes ou outros danos.Para definir o melhor momento de fazer o rodízioconsulte nossa Rede de Revendas ou o manual do proprietário do veículo. 

SIGA-NOS em todo o mundo

Youtube Instagram Facebook